Por um mundo melhor: projeto criou salas de estimulação sensorial para deficientes visuais | Rock in Rio Brasil


ROCK IN RIO BRASIL
RESTAN
MESES
SEPTIEMBRE 2015

Por um mundo melhor: projeto criou salas de estimulação sensorial para deficientes visuais

05.04.2011 HACE 4 AñOS

Por um mundo melhor: projeto criou salas de estimulação sensorial para deficientes visuais

Criança brinca em sala de estimulação sensorial

O Projeto Crescer Sentindo, da ACAPO – Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal, foi um dos beneficiados pelo projeto social do Rock in Rio Lisboa em 2006. Foram criadas salas de estimulação que deram origem ao Serviço de Estimulação e Desenvolvimento (SED) que se transformou em referência no atendimento e acompanhamento de crianças com deficiência visual e suas famílias em sete cidades portuguesas.

Segundo Rita Pereira, coordenadora de Ação Social da instituição, a aliança com o Rock in Rio permitiu que a ACAPO atingisse uma visibilidade e notoriedade que, de outra forma, não teria conseguido alcançar:

“O Rock in Rio, através da sua imagem, consegue veicular as causas que defende por um mundo melhor de uma forma muito positiva e construtiva, junto de um público muito heterogêneo. A ACAPO conseguiu não só angariar verbas para construir um serviço novo e dispendioso em diversas delegações, que dificilmente teria sido construído caso não tivesse a ligação com o festival, mas também sensibilizar in loco, durante o evento, uma grande parte do público presente para a deficiência visual.

O SED tornou-se uma ferramenta essencial porque potencializa um trabalho mais abrangente, mais completo e, acima de tudo, muito positivo e gratificante para todo os envolvidos. Foi possível estruturar o atendimento e acompanhamento às famílias de um modo mais integrado e sistêmico, fomentar a articulação com escolas, realizar um maior número de ações de sensibilização na área da deficiência visual e aumentar progressivamente o acompanhamento de casos de crianças, além de permitir a utilização deste recurso por professores de ensino especial com alunos com necessidades especiais.”

Na ocasião, o projeto beneficiou diretamente 170 pessoas com deficiência visual, entre crianças e adultos.

blog-stones
POST--METALICA
COVERS, ROCK IN RIO E A EUROPA