#RockinRio33anos Quem lembra dos shows épicos de Paralamas, Blitz e Lulu Santos no palco da primeira edição do Rock in Rio? Ainda rolou Nina Hagen, única, e o mestre Rod Stewart. “Em mais de uma hora e meia, mostrou por que é um dos grandes astros do rock e considerado pela crítica um dos melhores showmen do mundo”, contava O Globo de 14 de janeiro de 1985. Confira a matéria completa: 

“Assim como o primeiro dia do Rock in Rio foi dos metaleiros e o segundo público mais sossegado, o terceiro dia foi das crianças e das famílias. O sol forte levou menos gente à Barra e, até a apresentação da Blitz (antes dela teve Paralamas do Sucesso e Lulu Santos) havia cerca de 80 mil pessoas, mas as bilheterias e roletas não pararam até as 22 horas. Mesmo assim, o astral estava mais tranquilo, se comparado com a feira dos metaleiros na sexta-feira a multidão (mais de 250 mil pessoas) do sábado. 

Entre os nacionais, Paralamas foram o grande sucesso da noite com um cenário intimista, reproduzindo uma sala de casa com três vasos de planta ao fundo. No meio do show, Herbert dedicou a apresentação a grupos de rock ausentes. Lulu fez um espetáculo desigual para um público bem mais frio que o de seu costume e deu o primeiro recado político, gritando “diretas já” como verso da música “De Leve”. A Blitz, prejudicada pela chuva e por falhas no sistema de som, conseguiu segurar o público durante quase uma hora, cantando sucessos de seus três eleges. Também eles deram seu recado político (“vocês acreditam em Nostradamus?”, “não”, “e em Tancredo?”, “sim!”).

A chuva do início do show da Blitz não assustou o público que ficou firme até o fim. Em seu camarote, Maria Alice Medina, mulher de Roberto que, até quinta-feira, havia se apegado a inúmeras simpatias para chamar o sol, não se preocupava. Afirmava que o sol havia aparecido na abertura e uma chuvinha não empanaria o brilho da festa. Ela tinha razão e, embora se alternassem chuva e bom tempo, a animação foi completa durante toda a noite. 

A parte internacional, como sempre, atrasou. Nina Hagen, a primeira a se apresentar, fez loucuras no palco e o público adorou. As garotas do Go Go’s encantaram e fizeram dançar com seu new wave adocicado e Rod Stewart, em mais de uma hora e meia, mostrou por que é um dos grandes astros do rock e considerado pela crítica um dos melhores showmen do mundo. Como começou mais cedo, por volta de 16h30, o espetáculo de ontem terminou também mais cedo, apesar dos inevitáveis atrasos. 

Fora do palco, predominou a tranquilidade, mesmo tendo ocorrido o primeiro acidente grave, contornado com presteza pela equipe da Golden Cross. Na sala da Polícia Militar, o comandante do 18o BPM da Barra, coronel Ile Marney, dizia que este é um dos eventos mais tranquilos em que ele já trabalhou e comparava com os grandes bailes de carnaval, onde a polícia, segundo ele, trabalha dez vezes mais."