Como em outras edições, o acesso ao Rock in Rio em 2017 não poderá ser feito por carros particulares. Por isso, preparamos o maior esquema de transporte já visto em uma edição do festival. Isso quer dizer que, de cada ponto do Rio de Janeiro, incluindo rodoviária e aeroportos, será possível chegar à nova Cidade do Rock de forma simples e rápida. 

Quem optar pelo transporte público vai ter ainda mais conforto com o esquema de transportes já testado e aprovado público que frequentou os Jogos Olímpicos Rio 2016. A dobradinha Metrô + BRT é capaz de ligar o Rio de Janeiro inteiro à nova Cidade do Rock. Em fase experimental utilizando uma estação provisória em 2015, o BRT, em 2017, terá desembarque ainda mais perto dos portões do Rock in Rio, tornando a chegada ao evento mais ágil e prática. Para chegar, as linhas regulares do BRT vão utilizar os corredores Transoeste, Transolimpico e Transcarioca. O sistema, que já funciona 24 horas normalmente, terá um reforço considerável no período da madrugada para atender à saída do público nos dias de evento. Haverá ainda uma linha direta ligando a nova Cidade do Rock à estação do MetrôRio Jardim Oceânico sem paradas. 

Fruto de uma parceria inédita fechada exclusivamente para o Rock in Rio 2017, o esquema especial de funcionamento do MetrôRio vai garantir ainda mais conforto para o público que voltar da maratona do festival. A estação Jardim Oceânico ficará aberta 24h nos sete dias de evento, sendo a melhor opção para chegar às linhas 1, 2 e 4, que funcionarão normalmente até a meia-noite, permanecendo disponíveis para desembarque 
dos passageiros vindos do Rock in Rio entre 00:01 e 05:00. Para ter acesso a este serviço é preciso ter o cartão de transporte RioCard, tendo em vista que o cartão do metrô não dá acesso ao BRT. Para utilizar as duas modalidades sem nenhum contratempo, é necessário chegar com o RioCard, cartão de integração do transporte público carioca, já carregado.